O ano novo e a prometida volta aos treinos

As festas se foram, novo ano começou! Nessa época, muita gente se propõe a voltar para uma atividade física, recuperar a forma e cuidar mais de si. Já comentamos sobre a importância e benefícios de se praticar exercícios com regularidade aqui no Blog Mais Saúde, no entanto, as dúvidas neste retorno sempre aparecem. Por isso, aproveitamos a oportunidade para orientar as pessoas quanto a alguns cuidados  para “entrar no ano com o pé direito” e segurança!

Antes de qualquer coisa, dê uma olhadinha no quadro ao lado que traz advertências fundamentais nesta empreitada, afinal, começar a se exercitar não é uma tarefa tão simples quanto parece e tais providências  podem garantir bons resultados e evitar surpresas.

Primeiro, devemos considerar que  o corpo se encontra com aptidão física baixa, portanto tem limitações. Uma  delas diz respeito a baixa Resistência Básica Geral, limitada pela capacidade do sistema cardiorrespiratório em fornecer oxigênio durante o exercício. A segunda é a Resistência Muscular Localizada, que ao ser reduzida  não permite que os músculos aguentem desempenhar o trabalho físico por muito tempo, se cansam com facilidade. Além disso, outro ponto a se atentar é a condição da capacidade de Flexibilidade. Alguns grupos musculares estão encurtados devido ao sedentarismo e tendem a dificultar a execução de movimentos com conforto e amplitudes adequadas, predispondo ainda mais o organismo a lesões.

Sabendo disso, é bom optar por atividades com peso resistido de cargas mais leves e repetições maiores, atividades aeróbicas de baixa intensidade (caminhadas, trotes de intervalos curtos, bike em circuitos planos, entre outros) e, claro,  investir no alongamento com regularidade!

Passada essas 3-4 primeiras semanas, também conhecida como fase de Adaptação Anatômica, será possível aumentar o nível de intensidade das atividades e cargas, pode-se partir até para outras modalidades, inclusive atendendo ao gosto de cada pessoa. Ressaltamos a importância de se ter respeito aos princípios do treinamento esportivo, em especial ao aumento gradativo das cargas (sobrecarga)  e a individualidade de cada um. Na dúvida, procure um profissional da área.

“Fica mais fácil tornar um exercício hábito e parte da rotina quando se gosta de sua prática.” Leandro Delazaro

Abaixo preparamos também uma listinha de itens importantes  para que as pessoas  aproveitem ao máximo seu treino pensando  em seu conforto, sem ter inconvenientes ou passar mal durante a  prática, e ainda, que tomem mais consciência do seu próprio corpo.

 

Enfim, com essas informações esperamos ajudar (aquele ‘empurrãozinho” eheheh) a todos que planejam cuidar mais de si neste ano. Praticar uma atividade física com segurança é fundamental para podermos falar em saúde. A pressa de fazer as coisas não cabe neste momento. Também vale a pena lembrar-se de repensar a qualidade dos hábitos alimentares até o presente e vermos o que e onde é possível melhorar, já que o casamento entre a atividade física e a boa nutrição costuma ser uma combinação muito bem sucedida.

Compartilhe esta matéria com alguém. Um abraço, mãos à obra sempre e ótimo recomeço!

Leandro Delazaro

Personal Trainer

 

 

AnteriorA atividade física e o climatério